Saltar os Menus

Notícias

2 de Março de 2015

Avaliação do estado de conservação dos documentos solicitados em 2014

Compete à DGLAB, ao abrigo do alínea b), do artigo 21º, da Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro, “Conservar, cuidar e proteger devidamente o bem, de forma a assegurar a sua integridade e a evitar a sua perda, destruição ou deterioração”. Neste sentido, a avaliação do estado físico de todos os documentos é uma exigência que nos incumbe realizar, de forma a proceder ao levantamento e diagnóstico da documentação e no sentido de se desenvolverem e implementarem políticas de preservação e conservação do património.

Neste âmbito, decorre a avaliação sistemática do estado físico da documentação que é solicitada, o que exigiu à DGLAB estabelecer procedimentos de intervenção para assegurar a acessibilidade aos documentos e simultaneamente recuperar documentos em risco de perda. Assim, o ANTT apresenta os dados estatísticos dos documentos solicitados e intervencionados em 2014.

Na sequência desta avaliação, concluímos que realizaram-se 25.318 avaliações de estado físico. Desta avaliação aferiu-se que 21.563 documentos tiveram acesso, sendo que 3.793 foram identificados como em mau estado, sem acesso, os quais fazem parte de uma lista de documentos que se encontram a ser intervencionados de acordo com os pedidos, por ordem cronológica, dos utilizadores na sala de leitura.

ANTT - Avaliação do estado de conservação - 2014

ANTT – Avaliação do estado de conservação – 2014

Esta notícia foi publicada em 2 de Março de 2015 e foi arquivada em: Geral, Sem categoria.

Comente esta notícia